Sabores dos tempos da locomotiva

Post 7 of 266
Sabores dos tempos da locomotiva

Um ritual gastronômico, autêntico e muito saboroso, que remete a uma época onde assar uma leitoa na fornalha dentro do vagão do maquinista da Maria Fumaça era a única opção para matar a fome de dezenas de trabalhadores ferroviários.

Estas e outras muitas histórias IMG_20170325_121826ligadas à gastronomia e à ferrovia que liga Campinas a Jaguariúna puderam ser revividas em um deslumbrante passeio numa Maria Fumaça de 1912, ao lado de vários chefs de cozinha do estado de São Paulo e do próprio funcionário da locomotiva, Juarez Spaletta, que também é fundador da Associação Brasileira de Preservação Ferroviária (ABPF), uma entidade sem fins lucrativos que luta pelo resgate, restauro e divulgação da história da ferrovia brasileira.

IMG_20170325_112320Segundo Spaletta, era na estação Carlos Gomes que se encerravam os trabalhos dos ferroviários que dia e noite tinham a missão de levar e trazer mercadorias para Campinas no fim da década de 70. E foi lá que os funcionários tiveram a ideia inusitada: “A falta de opção de locais para comer levou um dos trabalhadores a ter a ideia de usar o calor da fornalha da própria locomotiva para preparar o nosso alimento, no caso uma leitoa que dignamente poderia matar a fome de todos os trabalhadores da Maria Fumaça”, relembra.

Anos se passaram e a tradição de assar a leitoa na fornalha ficou esquecida no tempo, mas pode ser resgatada graças ao Festival Gastronômico Itinerante Sabores da Terra, que acontece até o próximo dia 2 de abril em restaurantes nas cidades de Jaguariúna e Holambra.

De acordo com Renata Tanuri, responsável pela realização do festival, o evento tem como objetivo contar a história da culinária do interior, seus ingredientes típicos e cultura, principalmente aquela gastronomia dos avós que se perdeu ao longo do tempo por causa das gerações que foram embora para a cidade grande. “Nós entendemos a gastronomia como cultura. E contar a história de uma cidade e de seu povo por meio da comida é resgatar todas as tradições culturais da região. Ao longo do Festival temos nos deparado com costumes gastronômicos que estavam escondidos nos quintais das casas, restaurantes e instituições. Essa tradição do porco assado na fornalha do trem é apenas uma dessas histórias”, revela Renata.

IMG_20170325_121511Para o chef campineiro Erick Alsaro, preparar o prato principal na fornalha de uma Maria Fumaça foi uma oportunidade única e especial na profissão. “A gente teve o prazer e o privilégio de poder recriar essa história autêntica da gastronomia local para todos os presentes. Uma experiência maravilhosa, com certeza”.

Em Jaguariúna, um dos restaurantes participantes do festival e bastante procurado é o Toro Loco, especializado em churrasco na parrilla. “O evento é maravilhoso e todos os restaurantes da cidade estão bastante integrados no projeto. O menu que preparamos especialmente para o festival é a costela rojão, acompanhada de uma farofa artesanal muito saborosa”, revela Fábio Santos, proprietário do Toro Loco, localizado no centro de Jaguariúna.

Para chegar numa das cidades onde acontece o festival, no caso Jaguariúna, uma das opções é pegar uma das seis Marias Fumaças restauradas da ABPF, que sempre aos finais de semana e feriados parte da estação Anhumas, em Campinas.

IMG_20170325_100229278

A locomotiva percorre 48 km pelos antigos trilhos da Companhia Mogiana de Estradas de Ferro e passa por seis estações até o ponto final numa viagem nostálgica e muito animada pelo Trio Maria Fumaça, um grupo musical que toca vários clássicos da música brasileira durante o percurso que leva cerca de 3 horas. Os ingressos para o passeio podem ser comprados pelo site da ABPF ou na bilheteria da estação com 45 minutos de antecedência. Os valores variam entre 38 e 95 reais.

Para conferir os restaurantes participantes e os cardápios preparados especialmente para o festival basta acessar: festivalsaboresdaterra.com.br

Olha aí a querida Renata Tanuri convidando a todos para vivenciar essa experiência sensacional!

 

Publicações relacionadas:

MENU